5 Diferenciais Em Um Empreendimento de Alto Padrão

Investir em um empreendimento de alto padrão traz uma série de vantagens, seja pela qualidade de vida, segurança, conforto e praticidade, ou até mesmo na valorização e liquidez do imóvel.

Na Private Imóveis, você encontra diversas opções de negócios em São Paulo e Porto Alegre, e ainda conta com um atendimento especial e com uma consultoria jurídica especializada! Saiba mais neste artigo.

Diferenciais em um empreendimento de alto padrão

São muitas as vantagens de investir em imóveis de alto padrão, como a resistência ao tempo, fazendo com que a residência fique na sua família por gerações, ou a liquidez, garantindo uma valorização e maior lucratividade no caso de vendas. Saiba também quais são os diferenciais do empreendimento de alto padrão.

1. Infraestrutura sofisticada

Um só empreendimento de alto padrão pode oferecer diversas opções de plantas que garantem um grande espaço, maior flexibilidade e funcionalidade para os ambientes, se adaptando às necessidades do morador.

As áreas internas e externas são planejadas para assegurar o máximo de conforto e trazer modernidade para cada ambiente.

2. Serviços diferenciados

Imóveis de alto padrão contam com espaços de lazer e a presença de outros serviços diferenciados, como:

  • salão de beleza;
  • massagem;
  • spa;
  • pet shop;
  • personal trainer;
  • lavandeira;
  • reparos residenciais;
  • limpeza.

Esse tipo de serviço proporciona grande comodidade, garantindo que o morador não precise sair de casa para usufruir dos benefícios.

3. Tecnologia de ponta

O conceito de casa inteligente vem ganhando cada vez mais espaço no mercado imobiliário  e não fica restrito ao espaço do imóvel. As áreas comuns dos prédios e condomínios também contam com ferramentas de automação.

Esse tipo de tecnologia permite realizar ações por meio de comando de voz ou até mesmo por dispositivos móveis, como smartphones, tablets e computadores.

Essas ações trazem maior conforto, comodidade e segurança. Como exemplo de atividades que você pode realizar assim, temos:

  • acender luzes;
  • ligar ar-condicionado e aquecedor;
  • monitorar câmeras;
  • controlar alarmes;
  • abrir portas com senhas ou impressão digital. 

4. Arquitetura e design especial

Os profissionais contratados para realizar os projetos arquitetônicos são renomados, representando a chamada “arquitetura de grife”.

Um imóvel assinado por eles aumenta a sua valorização. Além disso, é importante reforçar que esse tipo de serviço é essencial para garantir que o ambiente ofereça o máximo de beleza, conforto e praticidade.

5. Foco na sustentabilidade

A sustentabilidade tem se tornado uma pauta recorrente no mercado e os empreendimentos de alto padrão que investem nesse tipo de ação possuem um retorno e valorização muito consideráveis.

Esse tipo de imóvel possui recursos focados na redução de danos ao meio ambiente como:

  • energia solar;
  • reaproveitamento da água da chuva;
  • redução na produção de resíduos.

Encontre o melhor empreendimento de alto padrão com a Private Imóveis

A Private Imóveis oferece opções de venda e locação de empreendimentos de alto padrão nas cidades de Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP). Com mais de uma década no mercado, a imobiliária conta com uma equipe que presta atendimento personalizado, focado nas reais necessidades dos clientes.

Além disso, a empresa oferece uma consultoria jurídica  para garantir segurança e agilidade nas negociações. Por isso, não perca mais tempo e comece a usufruir de todos os diferenciais existentes nesse tipo de imóvel.

Confira todas as opções para compra e encontre o seu próximo lar ou investimento!

Como Saber A Posição Solar De Um Imóvel

A primeira vista, verificar a incidência de luz natural de um imóvel pode parecer exagero. Mas ela é uma grande aliada para a qualidade de vida dos moradores, por isso, se atentar à posição solar na hora de comprar ou alugar um imóvel é muito importante!

Mas como fazer a melhor escolha? Saiba mais neste artigo!

Por que é importante escolher um imóvel com uma boa posição solar?

Antes de saber como descobrir a posição solar de um imóvel, é significativo entender os motivos que tornam esse detalhe tão importante.

Segundo um estudo publicado no site da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a radiação do sol tem ação fundamental no organismo humano e a falta desse recurso está diretamente relacionado ao surgimento de doenças físicas e psiquiátricas, geralmente atreladas à falta de vitamina D.

Além disso, a incidência de raios solares contribui também para a estrutura da propriedade, evitando o aparecimento de fungos e ácaros.

Por fim, com esse tipo de cuidado você pode ter maior conforto e também investir na melhor a decoração de apartamento e até mesmo planejar uma urban jungle para escolher e cuidar de plantas em casa. 

Qual é a melhor posição solar para imóveis?

Com isso, é fácil compreender que os imóveis que recebem maior incidência solar no período da manhã, quando as temperaturas estão mais amenas, são os mais valorizados.

Mas é considerável se atentar ao equilíbrio, pois o sol em excesso também pode prejudicar a estrutura e o conforto dos moradores. Assim, é indispensável avaliar a posição dos cômodos e os lugares da casa que os moradores passam mais tempo. Esse cuidado também vale para caso você esteja comprando um imóvel na planta.

  Como escolher a melhor posição solar para a propriedade?

Para verificar a exposição solar é simples. Basta considerar as coordenadas em que o sol nasce e se põe, ou seja, o leste e o oeste respectivamente. É possível realizar essa ação com auxílio de uma bússola ou até mesmo com um aplicativo de smartphone, caso você não tenha esse equipamento.

Assim é possível ter uma ideia de posição solar ao longo do dia e entender quais são os pontos da sua casa que terão maior incidência durante a manhã e tarde.

Uma observação importante é considerar as variações que acontecem durante as estações do ano, principalmente no inverno e no verão, por conta da posição da terra em relação ao sol.

Para complementar a decoração  e conforto visual no seu imóvel para além da luz solar, confira também quais são os tipos de iluminação por ambiente e como escolher!

O Que É Tokenização De Ativos Imobiliários?

O Que É Tokenização De Ativos Imobiliários?

Há alguns anos, o Banco Central já indicava a tokenização de ativos como uma das maiores tendências do mercado financeiro pela agilidade que confere às transações.

Agora, esse processo, que usa como base a tecnologia blockchain (um modo de organização de dados que possibilita o registro de uma informação de forma permanente e que segue a mesma base de criptomoedas), chegou também ao mercado imobiliário. 

Continue a leitura e entenda o que é esse novo conceito!

O que é um token?

Antes de nos aprofundarmos no conceito de tokenização, é preciso entender o que é um token. De forma breve, podemos defini-lo como uma espécie de criptomoeda. 

Quem possui esse token é dono do bem ou serviço que ele representa. 

O que é a tokenização de ativos imobiliários?

Podemos afirmar que a tokenização de ativos imobiliários nada mais é do que uma representação digital de um bem real. 

Ao tokenizar um apartamento, por exemplo, ocorre a substituição dos dados reais da escritura por outros correspondentes e criptografados. 

Quando falamos de apartamentos ou outros bens, eles estão sempre representados por tokens não-fungíveis (em inglês, “non-fungible-token” ou NFT). 

Vantagens da tokenização de ativos imobiliários

O processo de tokenização de ativos pode ser aplicado tanto para imóveis quanto para outros bens, oferecendo alguns benefícios. Veja quais são eles.

Digitalização 

Quando um token imobiliário é criado, ele vira uma versão digital do bem que representa. Ao tokenizar um apartamento, por exemplo, você terá uma chave virtual dele. 

Isso é algo muito favorável, já que permite que a compra ou venda desse ativo seja realizada com mais tranquilidade  e sem o envolvimento de outras pessoas além das partes interessadas na negociação.

É como se o processo fosse agilizado e funcionasse como um PIX, evitando gastos desnecessários com burocracia.

Mais transparência

Já pensou consultar todas as informações sobre um imóvel rapidamente? Com a tokenização isso é viável. 

O token possibilita confirmar a origem do bem, sua forma de aquisição e verificar outras transações em que o imóvel foi envolvido.

Possibilidade de divisão e mais segurança

Se você deseja investir em imóveis, por exemplo, não é preciso comprar um apartamento, pois é possível adquirir apenas uma fração dele. A tokenização também permite comprar um bem tanto por “inteiro” quanto em “partes”.

Além disso, por envolver diversos níveis de criptografia, a tokenização de ativos imobiliários é muito mais segura. Afinal, os dados do apartamento ou bem inscritos no token só podem ser consultados pelo proprietário dele, protegendo informações sigilosas que possam ser prejudiciais caso sejam expostas.  

Agora que você já conhece mais sobre a tokenização de ativos, está apto a buscar aplicar essa facilidade para seus bens em plataformas especializadas. Isso posto, que tal entender as vantagens de investir em imóveis de alto padrão da Private? 

Você sabe o que é a dação em pagamento de imóvel?

Na hora de realizar um pagamento, usar o dinheiro não é a única possibilidade. Você também tem a chance de recorrer a um mecanismo que é conhecido como dação em pagamento de imóveis.

Na prática, essa modalidade pode trazer mais versatilidade para as suas operações, por ser mais conveniente. Ao mesmo tempo, é necessário considerar quais são as regras e quando essa alternativa pode ser utilizada.

Por isso, veja como funciona a dação em pagamento de imóveis e descubra o que ela oferece!

O que é a dação em pagamento de imóvel?

Diante de um valor a ser pago, existem duas partes principais: o credor (quem cobra) e o pagador. Nesse cenário, quem paga deve atender aos pontos que foram acordados no contrato.

Entre essas condições, está a possibilidade de fazer a dação em pagamento de imóvel. A ideia é realizar um pagamento não com os recursos em dinheiro, mas, sim, com um imóvel.

Ainda, vale a pena saber que esse mecanismo está previsto no Art. 356 do Novo Código Civil. Portanto, é uma alternativa completamente legal para realizar a quitação de um débito aberto.

Como funciona essa modalidade?

Em relação ao funcionamento, a dação em pagamento de imóvel funciona com a disponibilização de uma propriedade imobiliária como pagamento total ou parcial de uma dívida. Para que isso aconteça, entretanto, tudo começa com a concordância por parte do credor.

Logo, quem tem o direito de cobrar deve aceitar receber o valor ou parte dessa maneira, para que a forma de pagamento seja aceita.

No caso específico da dação em pagamento de imóvel, o bem a ser oferecido é uma casa, um apartamento ou um terreno, por exemplo. Em geral, é preciso ocorrer uma avaliação do bem, para que se saiba qual é o valor que ele representa na operação.

O acordo é firmado por meio de um contrato, de modo que ocorre a transferência de posse e propriedade para o credor. Então, o valor é abatido do débito em questão e, se houver uma diferença positiva, o restante é pago normalmente.

Quando vale a pena recorrer à dação?

Agora que você entende o que é a dação em pagamento, é interessante entender quando pode valer a pena escolhê-la. Uma das formas mais comuns consiste em oferecer um imóvel como parte do pagamento de outro.

Desse modo, você diminui o valor total da dívida e pode financiar o restante com condições melhores de crédito imobiliário, por exemplo. Além disso, não é preciso esperar para realizar a venda do imóvel atual, o que pode aumentar a liquidez do seu patrimônio.

Na hora de comprar um apartamento na planta, por exemplo, recorrer a essa forma de pagamento pode evitar que você perca condições favoráveis para a compra, por exemplo. Também é possível aproveitar um processo que tende a ser menos burocrático, por menos etapas serem necessárias.

Contudo, só é possível recorrer a essa alternativa mediante o aceite do credor. Portanto, é preciso negociar para poder utilizar esse dispositivo.

Como você acompanhou, a dação em pagamento de imóvel é uma forma de quitar compromissos financeiros por meio de um bem imobiliário. Caso o credor aceite essa alternativa, você pode aumentar a liquidez do patrimônio com maior facilidade.

Quer ajuda especializada em suas transações imobiliárias? Entre em contato conosco da Private Imóveis!

Entenda a Mudança no Imposto de Renda Para Declaração De Imóveis

Entenda A Mudança No Imposto de Renda Para Declaração De Imóveis

É chegada a hora de ficar em dia com o leão e o prazo de entrega do documento à Receita Federal segue até 29 de abril de 2022. Neste ano, os proprietários de imóveis precisam estar atentos a uma mudança no Imposto de Renda. 

Continue a leitura e entenda qual é a diferença na declaração de imóveis em 2022!

Qual é a mudança no Imposto de Renda na declaração de imóveis?

A principal mudança no imposto de renda para o contribuinte que possui imóveis é a possibilidade de atualização no valor desses bens na declaração. Essa medida foi aprovada no ano de 2021 e se aplica a imóveis declarados anualmente, comprados por pessoas físicas até 31 de dezembro de 2020.

Em anos fiscais anteriores, os imóveis são mantidos com seu valor original. E, para realizar a venda, é preciso desembolsar entre 15% e 22,5% de imposto sobre o ganho (diferença entre preço de venda e de custo).

Agora, com essa mudança, os donos de terrenos, apartamentos e casas poderão atualizar os valores patrimoniais pagando apenas 4% de imposto sobre a diferença. O prazo de adesão e o pagamento do imposto seguem até o final de abril de 2022.

O previsto é que essa alteração continue sendo válida para os próximos anos também.

Mudança para imóveis rurais e bens no exterior

Quando falamos de imóveis, a regra de atualização de valores se aplica apenas à terra nua. 

Já para bens no exterior, a antecipação do imposto menor vale para bens que estejam apresentados na declaração de ajuste, referente ao ano-calendário de 2020. Nesse caso, a alíquota é de 6%. 

Como a mudança no Imposto de Renda beneficia o proprietário?

Essa mudança no Imposto de Renda favorece aqueles que desejam atualizar o valor de seus imóveis, pagando muito menos imposto na hora da venda. 

No entanto, o proprietário precisa ter em mente que sobre o valor tributável (em que incide imposto) não haverá a aplicação de fatores de redução — aqueles reduzem o imposto a pagar à medida que o tempo passa entre a compra e a venda. 

Outros benefícios são que essa atualização não está vinculada a qualquer obrigação de venda e que, com ela, o imóvel passa a possuir um novo preço de aquisição. É importante lembrar que os impostos “normais” irão continuar sendo aplicados sobre a diferença entre esse valor e o valor de venda futura.

Agora que você já sabe qual a mudança no Imposto de Renda para declaração de imóveis, que tal conferir algumas vantagens de investir em propriedades para ter mais patrimônio?

Casa Inteligente: 5 Recursos Para Automatização Residencial

Casa Inteligente: Recursos Para Automatização Residencial

O conceito de casa inteligente tem ganhado força nos últimos anos e, de acordo com um levantamento da Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside), até 2025 o setor deve atingir uma movimentação de US$ 3,1 bilhões.

O mesmo estudo revela um grande salto, já que, em 2016,  a quantidade de residências com algum tipo de automatização era de 300 mil e, em 2020, esse número chegou a 2,2 milhões. 

A automação é uma forte característica dos imóveis de alto padrão, promovendo maior segurança e comodidade. Por isso, neste artigo você confere mais informações sobre:

  • como uma casa inteligente funciona;
  • a importância de investir em recursos para uma casa inteligente;
  • cinco recursos para incluir em uma casa inteligente.

Como uma casa inteligente funciona?

Uma casa inteligente, ou smart home, é basicamente uma casa conectada e controlada por aparelhos eletrônicos. 

Com a programação de comandos, é possível realizar, de forma simples e muito cômoda, ações como:

  • acender a luz;
  • ligar o ar condicionado;
  • abrir e fechar cortinas;
  • acessar câmeras de segurança;
  • alterar a cor das lâmpadas;
  • ligar aparelhos de som;
  • controlar eletrodomésticos.

A importância de investir em recursos para uma casa inteligente

As smart homes oferecem maior segurança para sua família em relação às adversidades do cotidiano e são tendência no mercado de imóveis de alto padrão.

Esse tipo de investimento tem sido executado em maior velocidade e oferece novas formas de interação entre os moradores, o espaço físico e a tecnologia. 

A junção de todos os recursos promovem benefícios, especialmente nas duas frentes: 

1. Segurança

Os dispositivos inteligentes podem ser controlados por aplicativos do celular, permitindo que as alterações sejam feitas à distância. 

Assim, controlar um forno, fogão ou ferro de passar roupas se tornam uma preocupação a menos. 

Além disso, em uma ocasião em que você e toda a sua família estiverem viajando, é possível ligar e desligar as luzes da casa e controlar câmeras de segurança, garantindo que está tudo em ordem. 

2. Controle da rotina

A partir do uso do aplicativo de agenda do seu celular você pode programar a hora de ligar e desligar a tv, fazer lista de compras, adicionar lembretes de reuniões e ser notificado pelo smart speaker. 

5 recursos para incluir em uma casa inteligente

Para usufruir de todas as funcionalidades das casas inteligentes, você pode contar com recursos como:

1. Automação

É o aspecto principal da casa inteligente e você vai poder comandar a sua casa por meio de aparelhos como tablets e celulares. 

É possível também acionar portas, janelas e persianas que estejam conectadas à central. Para isso, existem equipamentos como:

  • tomadas inteligentes;
  • cortina e persiana;
  • ar condicionados e aquecedores;
  • tomadas;
  • interruptores. 

  2. Sensor de presença

A partir do momento que a sua casa conta com essa diversidade de produtos para automação, é possível conectar sensores de presença que irão acender a luz quando alguém se aproximar e ajudarão na economia de energia. 

Além disso, o sensor também auxilia a segurança, permitindo a fiscalização de estranhos que possam se aproximar. Quando integrados a todo um sistema de casa inteligente, é possível acionar as câmeras, alarmes e até mesmo a polícia. 

3. Equipamentos com comando de voz

Com os smart speakers é possível acionar todos os aparelhos automatizados na sua casa, ligando eletrodomésticos ou acionando cortinas, por exemplo. Além disso, é possível criar listas, gerenciar compromissos e até realizar compras através do comando de voz. 

4. Fechaduras digitais

Promovendo maior segurança e acabando com imprevistos, como aquele momento em que você esquece as chaves e fica trancado para fora de casa, as fechaduras digitais abrem as portas por meio de uma senha.

5. Recursos de sustentabilidade

Estamos acostumados a associar as smart homes e tecnologia a aparelhos eletrônicos, mas o mercado imobiliário tem se tornado cada vez mais verde, e a sustentabilidade também é um ponto chave para esse tipo de residência. 

Itens como o uso de painéis solares para aproveitar a luz e economizar energia são muito utilizados, bem como sistemas para reutilização de água. 

Esses recursos contribuem para a economia de recursos e também para a preservação do meio ambiente. 

Depois de conhecer melhor cada um dos recursos para automatizar a sua casa, ficou em dúvida se é possível fazer esse tipo de ação em espaços que não são próprios? Saiba a diferença entre comprar e alugar um imóvel e tome a melhor decisão. 

Patrimônio de afetação: você sabe o que é?

Comprar um imóvel na planta tem diversas vantagens. Essa é uma forma de adquirir um imóvel novo e moderno e também pode ser útil para quem deseja investir e ganhar com a valorização. Para tornar esse tipo de negociação mais segura, foi criado o patrimônio de afetação.

Graças a esse regime, você tem mais segurança quanto ao recebimento do imóvel, dentro das condições acordadas. Com isso, sua experiência no mercado imobiliário tende a ser mais satisfatória.

Na sequência, veja o que é o patrimônio de afetação e saiba como ele pode ser útil!

O que é o patrimônio de afetação?

Criado pela Lei nº 10.931/2004, o patrimônio de afetação é um regime que serve para separar um empreendimento do patrimônio restante da construtora ou incorporadora. Por meio dessa separação, o patrimônio da empresa não se confunde com os bens e direitos relacionados à construção que está sendo realizada.

Para que isso seja possível, deve haver uma separação contábil dos patrimônios. Logo, o empreendimento sob esse regime terá CNPJ e contabilidade próprios. Inclusive, é comum que haja uma conta separada para movimentar os valores específicos do projeto.

Isso significa, na prática, que os recursos de um empreendimento não poderão ser usados em outra incorporação, por exemplo. Em troca, a construtora tem acesso a alíquotas tributárias mais baixas, como forma de incentivo para aderir a essa modalidade.

Por que esse conceito é importante?

A maneira como o patrimônio de afetação funciona é especialmente vantajosa para você, enquanto comprador de imóveis. Isso acontece porque, diante desse regime, há mais segurança quanto à entrega do imóvel adquirido na planta.

Uma das regras desse regime é a criação de uma espécie de conselho fiscalizador da obra, por parte dos compradores. Desse modo, é possível aproveitar mais transparência, pois há a divulgação de relatórios e balancetes sobre o andamento do projeto.

Além disso, se a incorporadora falir, o projeto poderá ser assumido por um novo responsável. Logo, a obra pode ter continuidade por meio de outra construtora, de uma instituição financeira ou até dos próprios compradores.

Ainda, a proteção de parte do patrimônio garante o reembolso total ou parcial dos compradores, caso não ocorra a entrega. Quando não há patrimônio de afetação, os bens e direitos da incorporadora se confundem com o empreendimento e o retorno do valor pago pode demorar para acontecer.

Como aproveitar as vantagens do patrimônio de afetação?

Como você acompanhou, o patrimônio de afetação ajuda a garantir a sua segurança na compra de um imóvel na planta. Porém, a adesão a esse regime depende da própria construtora ou incorporadora.

Por outro lado, você pode garantir que sua compra seja protegida por essa regra. Nesse caso, basta conferir o contrato de compra e venda e o registro de incorporação. Ambos os documentos indicam que a negociação conta com essa proteção, garantindo mais tranquilidade para você.

Em todo esse processo, é importante contar com a ajuda de uma imobiliária especializada. Com o apoio dos profissionais, você poderá acessar lançamentos que atendem aos seus interesses e que também apresentam essa característica patrimonial.

Os especialistas da imobiliária também poderão ajudá-lo a entender melhor o contrato. Desse modo, você pode fazer uma avaliação robusta antes de efetuar a compra.

Como você conferiu, o patrimônio de afetação é essencial para oferecer mais segurança no momento de comprar um imóvel na planta. Por isso, vale a pena conferir essa condição no contrato de compra e venda para tomar uma decisão mais protegida.

Quer ajuda de profissionais especializados no mercado imobiliário? Fale conosco da Private Imóveis e encontre o seu melhor lugar!

Como Montar Um Espaço Gourmet No Seu Apartamento

Como Montar Um Espaço Gourmet No Seu Apartamento

Se você ama cozinhar, receber família e amigos, uma ótima dica para seu apartamento é a inclusão de um espaço gourmet! Além de ajudar a valorizar o seu imóvel, você ainda tem à disposição um local ideal para relaxar e curtir a vida.    

Gostou? Então, continue lendo este artigo e veja como é possível criar esse ambiente!

O que é um espaço gourmet?

O espaço gourmet é um ambiente dedicado para a gastronomia. Ele pode ser criado tanto em uma área externa quanto interna, em uma sacada, garagem ou varanda.

Normalmente esse espaço é pensado para ser uma área confortável. Para tanto, possui equipamentos modernos na área da cozinha e diversas cadeiras e sofás para relaxar.

Etapas para criar o seu espaço gourmet

Deseja montar um espaço gourmet em seu apartamento? Então, confira abaixo quais passos seguir para criá-lo.

Defina qual o estilo do ambiente

Antes de sair montando seu espaço gourmet, o primeiro passo é avaliar qual estilo será seguido no projeto. 

É ideal contar com a ajuda de um designer de interiores ou arquiteto para garantir mais conforto e beleza ao ambiente. No entanto, é possível buscar inspirações em redes sociais e revistas especializadas para criar o espaço dos sonhos. 

Alguns exemplos de estilo que indicamos para este espaço são: 

  • retrô: remete às formas e cores das décadas de 50 a 70; 
  • rústico: inclui elementos naturais;
  • contemporâneo: faz uso de materiais lisos como vidro, cimento queimado, inox, pedra polida e madeira. 

É preciso considerar, também, a integração desse espaço com outros ambientes do seu apartamento para que as decorações fiquem em harmonia. Afinal, pode ser que ele funcione como uma extensão da cozinha ou da sala de jantar. 

como-montar-um-espaco-gourmet-no-seu-apartamento

Invista em móveis e eletrodomésticos

A área gourmet precisa ser capaz de acolher e reunir pessoas de maneira confortável. Assim, apostar em móveis planejados para otimizar o espaço, especialmente em apartamento, é uma ótima opção. Além disso, é fundamental estar atento aos acabamentos das peças que você for adquirir para facilitar a limpeza e trazer mais praticidade ao uso. 

Escolha, também, eletrodomésticos de boa qualidade, que estejam de acordo com o estilo que você idealizou.

Aposte em plantas para decorar

Além de trazer mais leveza e harmonia para seu espaço, as plantas podem ser utilizadas de forma funcional. É possível, por exemplo, criar um jardim vertical no seu apartamento com temperos para usar em suas preparações.

O único ponto de atenção é posicionar suas plantas de forma que não comprometam a circulação no ambiente. 

Encontre a iluminação ideal

É preciso estar preparado para receber os convidados tanto durante o dia quanto à noite. Por isso, a iluminação do local precisa ser acolhedora e cuidadosa. 

Por exemplo, é possível fazer uso da iluminação indireta para dar destaques a peças e objetos do espaço do ambiente por meio de spots direcionados ou arandelas. Ou você pode apostar em um ambiente iluminado de maneira suave, por meio de uma iluminação difusa. Também é possível mesclar diferentes tipos de iluminação para criar um efeito visual interessante.

Com esses passos, você em breve estará montando seu espaço gourmet! Aproveite, também, para ler mais dicas para decoração de apartamento!

Jardins São Paulo: 5 Vantagens de Morar No Bairro

Jardins São Paulo: Vantagens de Morar No Bairro

Quem optar por  morar em Jardins São Paulo com certeza terá acesso a uma das localizações mais nobres da capital paulista. Esse é o primeiro bairro da América do Sul a ter a concepção de cidade-jardim, mesclando conceitos urbanos a um clima mais ameno e arborizado. 

Quer conhecer todas as vantagens de se estabelecer neste local? Continue lendo este artigo!

Quais são as vantagens de morar em Jardins São Paulo?

O Jardins é, com certeza, um dos melhores bairros em São Paulo para se morar

Há alguns anos, os padrões da prefeitura municipal para aprovação de construções de casas no local eram muito rígidos, sendo necessário uma distância mínima entre os imóveis para garantir um visual harmônico, além de um recuo frontal para privacidade dos moradores. Isso formou um padrão arquitetônico do bairro que pode ser visto até hoje.

Esses casarões atualmente se mesclam com prédios e comércios, permitindo que os moradores desfrutem do glamour, mas também da praticidade. Além dessa vantagem, conheça os benefícios de se mudar para o local:

1. Contato com a natureza

Passear pelas ruas de Jardins, em São Paulo, é um programa comum e prazeroso. Ao contrário de outras partes da metrópole, o bairro é repleto de árvores e praças. 

Isso contribui para a manutenção do clima, mesmo durante os dias quentes, estimulando os moradores a andarem pelas ruas largas do local. 

2. Localização privilegiada

O espaço está em um ponto estratégico e excelente da capital, com fácil acesso à Avenida Paulista e toda a rede de prédios comerciais, restaurantes, fast foods, bares e vida noturna agitada. 

Ainda é possível caminhar na avenida e andar de bicicleta, quando o espaço é fechado para carros. 

Além disso, o bairro oferece tráfego facilitado para avenidas importantes como:

  • Brasil;
  • Faria Lima;
  • Nove de Julho;
  • Rebouças.

3. Variedade no comércio

As maiores lojas de roupas e calçados possuem filiais na região. Além disso, grifes nacionais e internacionais se fixaram no bairro por ele ser considerado um reduto dos amantes da moda. 

A rua Oscar Freire e seus arredores é um dos locais mais cobiçados, pois as maiores lojas de vestuário, decoração e jóias estão posicionadas. 

Além disso, é muito fácil encontrar serviços básicos como ótimas escolas e farmácias. 

4. Diversão garantida

Nos Jardins São Paulo você encontra inúmeros bares que além de servir drinks e petiscos, oferecem vistas incríveis por estar posicionados nas coberturas de prédios comerciais e hotéis. 

São espaços incríveis para grupos ou casais se divertirem e experimentarem o melhor da gastronomia, já que o bairro conta com restaurantes premiados com estrelas Michelin — um reconhecimento importantíssimo ao redor do mundo. 

5. Valorização de imóveis

Por ser uma das regiões mais nobres da cidade, morar no Jardins em São Paulo é sinônimo de ter um imóvel sempre valorizado, por conta de todas essas vantagens já citadas.

A vontade de se mudar para o Bairro Jardins em São Paulo cresceu após conhecer todas as vantagens de se estabelecer no local? Realmente é difícil não se encantar pelo espaço!

E se você está precisando apenas de mais um empurrãozinho, que tal conferir as vantagens em comprar ou alugar um imóvel de alto padrão?

Descubra 4 razões para comprar um imóvel para reformar

Ao adquirir um imóvel, muitas pessoas preferem propriedades novas ou mesmo na planta. A ideia é poder se mudar sem se preocupar com obras ou modificações, por exemplo. Porém, a decisão de comprar para reformar também pode fazer sentido.

Ao buscar um imóvel usado com potencial para ser transformado, você pode aproveitar vantagens que não são obtidas com a compra de uma propriedade nova. Então, vale a pena conhecer e considerar essa alternativa na sua tomada de decisão.

A seguir, você conhecerá 4 vantagens de comprar um imóvel para reformar. Continue a leitura!

1. Maior espaço disponível

Devido ao crescimento das cidades, é bastante comum que os novos imóveis tenham dimensões menores que antigamente. Ao comprar um imóvel usado para reformar, por sua vez, você tem a chance de adquirir uma unidade com mais espaço disponível e na mesma localização, mas por um preço menor.

Essa também é uma forma de ter mais área útil para atender às suas necessidades pessoais e familiares. Com mais espaço disponível, é possível aumentar o conforto para todos os moderadores.

2. Possibilidade de personalização total

Outro benefício de comprar para reformar envolve a possibilidade de personalizar o imóvel por completo. Você pode transformar os acabamentos e deixá-los com a sua personalidade, por exemplo.

Porém, também existe a chance de fazer transformações maiores e mais profundas, como no caso do layout. Afinal, é comum que imóveis mais antigos tenham uma disposição compartimentada ou que não tem um fluxo tão dinâmico e moderno.

Com a reforma, é possível deixar a disposição dos cômodos do jeito que você deseja e precisa. Assim, o imóvel pode oferecer todas as facilidades e vantagens de um projeto moderno.

3. Aproveitamento da exclusividade da construção

Ao comprar um imóvel para reformar, você também adquire toda a história e a personalidade que a propriedade carrega. Ao escolher uma casa construída há décadas, por exemplo, você pode explorar toda essa personalidade existente.

Principalmente, é uma forma de ter mais exclusividade quanto ao projeto. Ao descobrir que o piso original está em perfeitas condições, por exemplo, você pode ter um revestimento exclusivo e cheio de significado.

Também é possível aproveitar o significado e a história da propriedade ao longo do tempo. Para quem busca um projeto mais significativo, essa pode ser a melhor alternativa.

4. Potencial de valorização ao comprar para reformar

Além dos pontos que você conferiu até aqui, a compra com foco na reforma pode ajudá-lo a rentabilizar o investimento imobiliário. Isso se dá pela diferença positiva que pode ser obtida considerando o valor de avaliação final e o preço de compra.

Isso acontece porque, normalmente, imóveis mais antigos e que precisam de reforma são negociados a preços mais atraentes. Com isso, você tem a chance de pagar menos no metro quadrado do que em um imóvel novo.

Ao mesmo tempo, a realização de uma reforma pode tornar o imóvel mais funcional, moderno e bonito, por exemplo. Isso ajuda a aumentar o preço de avaliação, garantindo a valorização do bem.

Na prática, é um movimento que pode ajudá-lo, se o objetivo for investir. Após a reforma, você pode alugar a propriedade ou até vendê-la por um preço maior. Com isso, há a chance de rentabilizar seu patrimônio.

Considerando esses 4 motivos, comprar um imóvel para reformar pode valer a pena. Então, é interessante considerar essa possibilidade, pensando nos seus objetivos com a decisão.Quer ajuda para encontrar o imóvel certo para você? Confira as oportunidades que a Private Imóveis oferece!