10 pontos para observar ao comprar um imóvel

Comprar um imóvel, seja para se mudar para o seu melhor lugar ou para investir, exige atenção a diversas características. Assim, você consegue avaliar melhor as opções e tomar a decisão ideal.

Nesse sentido, existem critérios que estão entre os mais relevantes e que podem fazer a diferença para o resultado. Por isso, nada melhor que saber quais são eles, certo?

A seguir, veja quais são 10 aspectos para considerar ao comprar um imóvel!

1. Teto do investimento

Para limitar as opções, vale a pena estabelecer uma faixa de preço para a aquisição. Isso vai ajudá-lo a encontrar as alternativas com melhor custo-benefício, além de respeitar o seu teto de investimento.

2. Tipo de imóvel

Ao comprar um imóvel, você também deve escolher um tipo de propriedade que seja adequado às suas necessidades. É o caso de escolher entre apartamento, casa ou imóvel na planta, por exemplo. Logo, você deve buscar o que fizer mais sentido para os seus planos.

3. Tamanho do imóvel

Além do tipo de imóvel, é preciso escolher um imóvel com a quantidade de cômodos ideal para a sua família ou para o seu investimento. Pense, principalmente, no número de quartos, mas não se esqueça também da área total e da configuração dos espaços da propriedade.

4. Idade do imóvel

Ao selecionar a propriedade ideal, você deve considerar se deseja um imóvel novo ou usado. Cada um tem pontos positivos e negativos e é preciso ponderar o que faz mais sentido para as suas expectativas. Um imóvel usado pode vir mobiliado, enquanto um imóvel novo pode trazer a chance de você se tornar o primeiro proprietário.

5. Manutenção do imóvel

Não dá para ignorar a importância da manutenção ao comprar um imóvel. Pense nos custos de questões como jardins, piscinas e outras estruturas. Além disso, lembre-se de que a manutenção em imóveis mais antigos pode ser mais cara ou frequente, mas que imóveis novos também exigem atenção.

6. Localização e vizinhança

A localização é uma das características mais fundamentais de um imóvel, já que ela está entre os pontos que não podem ser mudados. Por isso, analise como é a chegada e a saída do endereço e analise também como é a vizinhança. Verifique questões como a tranquilidade e também as comodidades próximas.

7. Segurança do local

Sobre o endereço, é especialmente importante considerar a segurança do local. Para ter mais tranquilidade no dia a dia, o ideal é escolher um lugar que ofereça bastante proteção. Por isso, vale a pena compreender como são as ocorrências na região de interesse.

8. Documentação

Para evitar dores de cabeça ao comprar um imóvel é essencial buscar alternativas que estejam com a documentação totalmente em dia. Assim, você tem a certeza de que o processo ocorrerá de maneira tranquila e com a regularização da transferência do bem.

9. Potencial de investimento

Mesmo que você esteja se planejando se mudar para seu melhor lugar, é preciso pensar no potencial de investimento antes de comprar um imóvel. Assim, se você decidir se mudar de novo, será possível aproveitar a valorização do bem, por exemplo.

10. Imobiliária de confiança

Na busca por um imóvel de qualidade, é indispensável ter apoio profissional qualificado. Por isso, você deve buscar uma imobiliária de confiança. Com o apoio de corretores especializados, será mais fácil aproveitar o processo de compra desse bem.

Com essas 10 dicas, agora você sabe o que é preciso considerar ao comprar um imóvel. Desse modo, você terá uma experiência mais positiva e que atende por completo às suas necessidades.

Quer ajuda para encontrar o local certo para você? Fale conosco da Private Imóveis!

Você já esteve no 7º melhor restaurante do mundo?

A gastronomia é um dos maiores atrativos de São Paulo. Na maior cidade do país, é possível ter todo tipo de experiência gastronômica, com culinárias de diversos países e com propostas diferentes. Entre as opções da capital, um restaurante de São Paulo apareceu entre os melhores do mundo.

O escolhido foi A Casa do Porco, que ganhou 10 posições na 20ª edição do The World’s 50 Best Restaurants. Além dele, outras alternativas da capital ganharam destaque.

Que tal conhecer mais sobre essa opção de restaurante em São Paulo e explorar outras alternativas da cidade? Saiba mais!

O que você vai encontrar em A Casa do Porco Bar?

Foi em 2015 que o restaurante A Casa do Porco Bar foi inaugurado na capital de São Paulo. Comandado pelos chefs Janaína e Jefferson Rueda, o restaurante abriu bem no coração da cidade, transformando a carne suína na maior atração.

Além de um ambiente despretensioso, você encontra diversas opções de menu, como menu degustação, à la carte, carta de vinhos e cardápio de bebidas. Entre os destaques, estão os canapés clássicos da casa, porções de porco assado e até pratos vegetarianos.

Quais outros restaurantes de São Paulo se destacaram?

Além do A Casa do Porco, a lista com os melhores restaurantes do mundo trouxe outros ícones de São Paulo que vale a pena conhecer. Assim, você poderá explorar ainda mais o que a cidade tem a oferecer de melhor sobre a gastronomia!

D.O.M

O D.O.M é o restaurante do premiado chef Alex Atala e que fica localizado na Zona Sul de São Paulo. O local surgiu da vontade de Atala de valorizar e elevar a novos patamares a cozinha brasileira.

Com a dose certa de ousadia e um apelo moderno, o restaurante ganhou a crítica e tem duas estrelas do prestigiado Guia Michelin. No menu degustação, você pode aproveitar os diversos ingredientes frescos e sazonais, oriundos de diversas partes do país.

Evvai

Comandado pelo chef Luiz Filipe Souza, o Evaai é um restaurante de São Paulo localizado na Zona Sul — precisamente, em Pinheiros.

Com uma proposta moderna e criativa, o Evaai tem o objetivo de trazer novas experiências para seus comensais. O foco está em uma fusão de cozinhas, com grandes influências italianas e brasileiras. Em 2020, o restaurante apareceu no Guia Michelin.

O ponto alto é o menu degustação, que traz mais de 10 pratos com frutos do mar, carnes e massas diferentes.

Maní

O Maní também apareceu na lista de destaques pelo mundo, sendo um dos mais famosos e conceituados restaurantes de São Paulo. O restaurante abriu as portas em 2006, fruto de um projeto que envolvia nomes como Pedro Paulo Diniz, Fernanda Lima e a chef Helena Rizzo.

O foco do restaurante sempre esteve na valorização da culinária nacional, também com muitos elementos orgânicos, foco na sazonalidade e respeito aos pequenos produtores.

O restaurante oferece carta de vinhos, menu degustação e menu à la carte. Entre os pratos, estão marinadas de peixes, ceviches, moqueca de pescado, cordeiro e mais.

Com essas indicações, agora você tem excelentes opções quando quiser visitar um restaurante em São Paulo para ter uma experiência única e saborosa. Além deles, vale a pena também conhecer outras opções entre as milhares da cidade!

Quer mais dicas para aproveitar São Paulo? Assine nossa newsletter e fique de olho nas novidades!

Quer saber mais sobre financiamento?

O financiamento imobiliário é uma alternativa interessante para quem deseja comprar um imóvel de modo parcelado. Nessa alternativa, você obtém os recursos junto a uma instituição financeira e tem a chance de pagar em parcelas ao longo do período definido para o seu contrato.

Na prática, essa é uma alternativa interessante para evitar a descapitalização do seu patrimônio, por exemplo. Além disso, você pode fazer o financiamento para investir em imóveis e usar o próprio retorno para pagar ao menos parte das parcelas.

Porém, antes disso, é essencial tirar dúvidas comuns sobre o tema. Por isso, veja as principais perguntas e respostas sobre financiamento de imóveis!

Qual é o comprometimento máximo de renda para obter financiamento?

Um dos critérios mais importantes para a concessão do crédito imobiliário na forma de financiamento é o comprometimento máximo de renda. Ele deve ser de 25% a 30%, considerando os financiamentos atuais e outros débitos.

Já a comprovação da renda pode ser feita com diversos instrumentos, como:

  • contracheque;
  • Imposto de Renda;
  • Decore;
  • pró-Labore;
  • extratos bancários e mais.

Qual é a taxa de juros do financiamento?

Todo financiamento imobiliário prevê a cobrança de uma taxa de juros sobre o valor disponibilizado. Esse valor depende de critérios como:

  • valor atual da taxa básica de juros da economia (Selic);
  • condições da instituição financeira escolhida;
  • nível de risco dado pela avaliação de crédito e mais.

Porém, note que não há diferenças na taxa entre imóveis novos ou usados, por exemplo. Para conhecer exatamente qual será o custo do crédito imobiliário, o ideal é fazer uma simulação.

Qual é o período máximo de financiamento imobiliário?

A duração máxima do financiamento de imóveis, normalmente, depende da soma entre o prazo do financiamento e a idade do cliente. Esse total não pode ultrapassar valores de 75 e 80 anos.

Se o cliente tiver 50 anos, por exemplo, o financiamento pode durar de 25 a 30 anos. Além disso, no geral, o financiamento não costuma ultrapassar 30 a 35 anos, independentemente da idade do cliente.

Quais são os impeditivos para a concessão de crédito?

Existem condições que podem interferir ou mesmo impedir que ocorra a concessão de crédito. A inclusão do CPF em birôs de crédito, como SPC e SERASA, costuma ser uma barreira.

Também são impeditivos as dívidas ativas com a Receita Federal ou revisionais contra o banco escolhido.

É preciso ter conta no banco?

Ao contrário do que muitas pessoas acham, nem sempre é preciso ter uma conta no banco. Dependendo da instituição financeira, é possível fazer a análise via correspondente bancário.

No entanto, é comum que os clientes tenham acesso a condições mais favoráveis de juros, enquanto não-clientes obtêm a chamada taxa balcão.

Qual é o valor máximo financiado?

Por lei, o mais comum é que o financiamento não cubra todo o valor do imóvel. Essa característica também depende da instituição financeira, mas costuma variar entre 80 a 90%, no máximo.

O restante do valor deve ser oferecido na forma de uma entrada, a qual tem que ser paga em dinheiro.

Quais são as despesas com financiamento?

Além das parcelas em si, vale saber que o financiamento imobiliário prevê outras despesas. Entre elas, estão:

  • taxa de análise e contratação;
  • registro de imóveis;
  • Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), entre outras.

Por isso, é importante avaliar quais serão as condições incidentes no contrato de concessão de crédito.

É possível financiar com o FGTS?

Para quem tiver interesse e cumprir os requisitos, é possível utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para realizar parte do financiamento. Porém, tanto o imóvel quanto o titular da conta de FGTS devem atender a alguns critérios. Entre eles, estão:

  • ser residencial urbano e ter infraestrutura completa;
  • ser destinado à moradia do titular;
  • não apresentar vícios de construção;
  • ter valor de compra/venda e avaliação de até R$ 1.500.000,00;
  • não ter sido objetivo de utilização do FGTS em negociação anterior por, no mínimo, 3 anos.

Já o titular deverá atender aos seguintes requisitos:

  • ter, no mínimo, 3 anos de trabalho sobre o regime de FGTS, de modo consecutivo ou não e na mesma empresa ou não;
  • não ter nenhum financiamento no Sistema Financeiro da Habitação (SFH);
  • não ter um imóvel no mesmo município ou região metropolitana;
  • comprovar residência na cidade ou região metropolitana de onde fica o imóvel de interesse.

Como funciona o crédito com garantia de imóvel?

Se você já tem um imóvel, é possível pensar em uma alternativa ao financiamento imobiliário: o crédito com garantia de imóvel. Ele funciona como um empréstimo com garantia, no qual você apresenta o imóvel que já possui como garantia do pagamento do valor obtido.

O dinheiro é depositado de uma só vez, mas você pode fazer o pagamento em parcelas. As condições variam para cada instituição, mas os juros podem ser menores que no financiamento tradicional. Porém, você só conseguirá obter uma porcentagem do valor do imóvel dado como garantia. 

O financiamento imobiliário é uma solução prática e que facilita a aquisição de imóveis sem que ocorra a descapitalização do seu patrimônio. Ao tirar as dúvidas sobre o tema, você poderá aproveitar essa modalidade de modo mais completo para as suas necessidades.

Precisa de ajuda para conhecer melhor essa alternativa? Fale conosco da Private Imóveis e tenha o apoio de nossos especialistas!

Parque da Orla: Porto Alegre terá um dos maiores parques temáticos do Brasil

O desenvolvimento de atividades turísticas de grande porte é importante para o desenvolvimento das cidades, já que há maior atração de turistas e movimentação de recursos. Pensando nessa oportunidade, Porto Alegre poderá se tornar um dos principais destinos para quem busca diversão, graças à criação do Parque da Orla.

O projeto já é considerado um dos maiores parques temáticos do Brasil e promete trazer muitas vantagens para moradores, investidores e turistas da capital gaúcha. Então que tal conhecer melhor o projeto?

Saiba mais sobre o Parque da Orla e veja o que esperar desse empreendimento!

O que é o Parque da Orla?

O Parque da Orla é um projeto voltado para o desenvolvimento de um parque temático de grandes proporções em Porto Alegre. Ele ficará localizado na Orla do Guaíba, em uma área com mais de 250 mil metros quadrados.

O investimento previsto é de mais de R$ 100 milhões, podendo ser ampliado ao longo das fases do projeto. Assim, a intenção é revitalizar por completo a área, que fica entre o Parque Harmonia e o Trecho 1 da Orla.

Quais serão as atrações do parque temático?

Com a implementação do projeto, a expectativa é que o Parque da Orla se torne um dos maiores parques temáticos do Brasil. Por isso, o número de atrações é bastante amplo, ao longo das quatro fases do projeto.

Na primeira etapa, que já começou a ser construída e que tem previsão de entrega em setembro de 2023, as atrações  incluem:

  • roda gigante com mais de 60 metros e visão privilegiada;
  • Praça da Harmonia finalizada e com operações comerciais;
  • vila italiana e alemã;
  • Praça dos Imigrantes;
  • estação de trem e mais.

Além disso, a primeira fase prevê uma remodelagem da Casa do Gaúcho, que poderá realizar eventos para mais de 3 mil pessoas.

Nas outras três frases, mais atrações estão previstas, até a entrega final, em setembro de 2027. Entre as possibilidades, estão:

  • brinquedos e atrações de parques de diversão;
  • mirante;
  • novas operações gastronômicas;
  • atrações turísticas radicais e de aventura;
  • cine 7D;
  • Parque Terra dos Dinossauros;
  • adaptação do Parque Harmonia em um lugar para a realização de eventos de grande porte e mais.

Logo, a intenção da GAM3 Parks, que é a concessionária responsável, é transformar o ambiente em um ponto de diversão, gastronomia e cultura.

Quais são as vantagens desse projeto?

Com as entregas das fases do projeto do Parque da Orla e a eventual finalização, a capital Porto Alegre será especialmente beneficiada. Primeiramente, haverá a recuperação e revitalização de mais de 25 hectares na Orla do Guaíba, o que poderá potencializar a valorização imobiliária na região.

Além disso, a atração de milhares de turistas todos os anos ajudará a movimentar a economia e poderá abrir oportunidades de investimento, como de locação temporária. Já a Prefeitura aproveitará parte do retorno do parque, o que poderá elevar o potencial de investimentos na cidade.

Ainda, vale notar que o projeto prevê a valorização da cultura gaúcha, com eventos culturais e temáticos. Com isso, o parque poderá fortalecer tradições, ao mesmo tempo em que estimula o desenvolvimento local.

Como você viu, o Parque da Orla em Porto Alegre promete ser um dos maiores parques temáticos do Brasil. Com a conclusão das obras e entrega das atrações, a capital gaúcha poderá atrair novos milhares de turistas todos os anos.

Gostou de conhecer essa novidade? Compartilhe este artigo em suas redes sociais e marque seus contatos para eles conhecerem o novo projeto da capital!

FGTS para comprar vários imóveis: conheça o novo projeto de lei!

O mercado imobiliário brasileiro e suas regras de negociação estão em constante evolução e aprimoramento. Entre as possibilidades, há o uso do FGTS para comprar um imóvel, inclusive por meio de financiamento. No entanto, essa alternativa ainda é relativamente limitada, devido ao extenso conjunto de regras.

Por outro lado, um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados pode transformar esse contexto. Então, vale a pena conhecer quais são as possíveis mudanças.

A seguir, conheça o que diz o projeto de lei que visa permitir o uso do FGTS para comprar mais de um imóvel!

O que é o FGTS e como ele é usado para comprar imóvel?

Sigla para Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, o FGTS é um direito trabalhista que contempla os profissionais com contratos do tipo CLT. Ele serve como uma espécie de poupança, composta por um desconto mensal e compulsório do salário recebido. A obrigação de recolhimento, por sua vez, é do empregador.

Esse valor pode ser pago como multa no caso de demissões sem justa causa, por exemplo. Além disso, é possível utilizá-lo em determinadas transações imobiliárias.

Para tanto, quem usa o FGTS para comprar um imóvel precisa respeitar determinadas regras, como:

  • ter no mínimo 3 anos de contribuição para o FGTS;
  • não ter um financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH);
  • não ser proprietário de um imóvel na cidade de moradia ou de trabalho.

O que diz o novo projeto de lei para o FGTS?

Como você acompanhou, as regras atuais do FGTS fazem com que ele só possa ser utilizado para uma compra de imóvel, já que não é permitido ser proprietário de outro bem do tipo na cidade de moradia ou trabalho. Porém, o Projeto de Lei nº 462/20 tem o objetivo de mudar isso.

Criado pelo deputado Marcel van Hattem, do partido Novo do Rio Grande do Sul, o projeto prevê o uso do FGTS para comprar mais de um imóvel.

A ideia, portanto, é permitir fazer um segundo financiamento ou mesmo usar o FGTS para a compra à vista de um segundo imóvel. Na segunda quinzena de julho, o projeto teve sua urgência aprovada no Plenário da Câmara dos Deputados.

Assim, a tramitação seguirá mais rapidamente e, se ele for aprovado pelo Poder Legislativo e sancionado pelo Poder Executivo, trará mudanças relevantes no uso desses recursos.

Quais podem ser os impactos das novas regras?

Agora você pode estar se perguntando como esse projeto de lei pode interferir no seu dia a dia. Se você tiver recursos disponíveis no FGTS, poderá usar o valor para usar de entrada ou mesmo quitar mais um imóvel, compondo seu patrimônio.

Ainda que você não pretenda usar o FGTS para comprar um imóvel, é possível ser beneficiado, caso o projeto seja aprovado. Você pode, por exemplo, comprar um imóvel na planta e, posteriormente, revendê-lo com mais facilidade.

Afinal, o acesso mais fácil a esses recursos poderá facilitar a realização de negociações imobiliárias ao aquecer o mercado. Logo, investir em imóveis pode se tornar mais rentável.

Além disso, essa mudança poderá ser positiva mesmo se você não tiver interesse em se desfazer dos imóveis do seu patrimônio. Afinal, o aquecimento do mercado imobiliário poderá ajudar na valorização dos seus imóveis.

Como você acompanhou, o projeto de lei que visa permitir o uso do FGTS para comprar mais de um imóvel pode trazer muitas oportunidades, inclusive no investimento imobiliário. Então, vale a pena acompanhar a evolução dessa proposta legal.

Quer ficar por dentro de outras novidades do mercado de imóveis? Assine nossa newsletter e não perca nada!

Quer mudar de vida? Saiba onde morar na zona oeste de SP

A zona oeste de SP é uma região de localização privilegiada, contemplando uma das preocupações mais importantes na hora de investir em um novo imóvel, a de ter fácil acesso aos principais locais da cidade. Além disso, oferece fácil acesso à educação, cultura, parques e comércio.

Se você busca se estabelecer em outro local da capital paulista, continue lendo este artigo e saiba mais sobre os principais bairros dessa região. Boa leitura!

Em quais bairros morar na zona oeste de SP

Se você está procurando motivos para mudar de lar e se estabelecer em São Paulo, essa é hora de conhecer algumas opções de bairros na Zona Oeste de SP.

A maior cidade do Brasil em população ultrapassou a marca de 12 milhões de habitantes e, com um território extenso, é dividida entre quatro regiões principais: norte, sul, leste e oeste, dificultando o processo na hora de escolher um bom lugar para morar.

Cada um dos locais possui características únicas e a Zona Oeste de SP é conhecida por concentrar alguns dos principais bairros da metrópole, sendo um reduto de possibilidades e inovação.

Dessa forma, este ambiente se torna uma dos mais valorizados da cidade. Por isso,  conheça os principais bairros para morar nesta região:

1. Pinheiros 

Essa é umas das áreas mais nobres da Zona Oeste de SP devido à localização privilegiada às margens do Rio Pinheiros, com fácil acesso a outras regiões da metrópole.

Além disso, o bairro abriga muitos empreendimentos empresariais e opções de lazer como cervejarias, casas noturnas e até a famosa feira de antiguidade da praça Benedito Calixto. 

2. Itaim Bibi

São muitas as vantagens de morar no Itaim Bibi, como a mobilidade, a vida noturna agitada e a valorização de imóveis, por exemplo.

O bairro é sede de grandes empresas como a Ambev, o Google, a Unilever e o Facebook, além de possuir grandes condomínios com sistemas de vigilância robustos e modernos, contribuindo para a segurança do local.

Além disso, o acesso ao lazer é um grande atrativo e a região conta com atrações, como:

  • Museu da Casa Brasileira;
  • Teatro Espaço Promon;
  • Biblioteca Pública Anne Frank;
  • Casa do Saber.

Em meio a tantas opções é importante definir bem as suas prioridades na hora de se mudar. Conseguiu encontrar o melhor bairro para se viver? Então saiba também no que você deve se atentar na hora de comprar um apartamento em São Paulo.

5 Diferenciais Em Um Empreendimento de Alto Padrão

Investir em um empreendimento de alto padrão traz uma série de vantagens, seja pela qualidade de vida, segurança, conforto e praticidade, ou até mesmo na valorização e liquidez do imóvel.

Na Private Imóveis, você encontra diversas opções de negócios em São Paulo e Porto Alegre, e ainda conta com um atendimento especial e com uma consultoria jurídica especializada! Saiba mais neste artigo.

Diferenciais em um empreendimento de alto padrão

São muitas as vantagens de investir em imóveis de alto padrão, como a resistência ao tempo, fazendo com que a residência fique na sua família por gerações, ou a liquidez, garantindo uma valorização e maior lucratividade no caso de vendas. Saiba também quais são os diferenciais do empreendimento de alto padrão.

1. Infraestrutura sofisticada

Um só empreendimento de alto padrão pode oferecer diversas opções de plantas que garantem um grande espaço, maior flexibilidade e funcionalidade para os ambientes, se adaptando às necessidades do morador.

As áreas internas e externas são planejadas para assegurar o máximo de conforto e trazer modernidade para cada ambiente.

2. Serviços diferenciados

Imóveis de alto padrão contam com espaços de lazer e a presença de outros serviços diferenciados, como:

  • salão de beleza;
  • massagem;
  • spa;
  • pet shop;
  • personal trainer;
  • lavandeira;
  • reparos residenciais;
  • limpeza.

Esse tipo de serviço proporciona grande comodidade, garantindo que o morador não precise sair de casa para usufruir dos benefícios.

3. Tecnologia de ponta

O conceito de casa inteligente vem ganhando cada vez mais espaço no mercado imobiliário  e não fica restrito ao espaço do imóvel. As áreas comuns dos prédios e condomínios também contam com ferramentas de automação.

Esse tipo de tecnologia permite realizar ações por meio de comando de voz ou até mesmo por dispositivos móveis, como smartphones, tablets e computadores.

Essas ações trazem maior conforto, comodidade e segurança. Como exemplo de atividades que você pode realizar assim, temos:

  • acender luzes;
  • ligar ar-condicionado e aquecedor;
  • monitorar câmeras;
  • controlar alarmes;
  • abrir portas com senhas ou impressão digital. 

4. Arquitetura e design especial

Os profissionais contratados para realizar os projetos arquitetônicos são renomados, representando a chamada “arquitetura de grife”.

Um imóvel assinado por eles aumenta a sua valorização. Além disso, é importante reforçar que esse tipo de serviço é essencial para garantir que o ambiente ofereça o máximo de beleza, conforto e praticidade.

5. Foco na sustentabilidade

A sustentabilidade tem se tornado uma pauta recorrente no mercado e os empreendimentos de alto padrão que investem nesse tipo de ação possuem um retorno e valorização muito consideráveis.

Esse tipo de imóvel possui recursos focados na redução de danos ao meio ambiente como:

  • energia solar;
  • reaproveitamento da água da chuva;
  • redução na produção de resíduos.

Encontre o melhor empreendimento de alto padrão com a Private Imóveis

A Private Imóveis oferece opções de venda e locação de empreendimentos de alto padrão nas cidades de Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP). Com mais de uma década no mercado, a imobiliária conta com uma equipe que presta atendimento personalizado, focado nas reais necessidades dos clientes.

Além disso, a empresa oferece uma consultoria jurídica  para garantir segurança e agilidade nas negociações. Por isso, não perca mais tempo e comece a usufruir de todos os diferenciais existentes nesse tipo de imóvel.

Confira todas as opções para compra e encontre o seu próximo lar ou investimento!

Como saber a posição solar de um Imóvel

A primeira vista, verificar a incidência de luz natural de um imóvel pode parecer exagero. Mas ela é uma grande aliada para a qualidade de vida dos moradores, por isso, se atentar à posição solar na hora de comprar ou alugar um imóvel é muito importante!

Mas como fazer a melhor escolha? Saiba mais neste artigo!

Por que é importante escolher um imóvel com uma boa posição solar?

Antes de saber como descobrir a posição solar de um imóvel, é significativo entender os motivos que tornam esse detalhe tão importante.

Segundo um estudo publicado no site da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a radiação do sol tem ação fundamental no organismo humano e a falta desse recurso está diretamente relacionado ao surgimento de doenças físicas e psiquiátricas, geralmente atreladas à falta de vitamina D.

Além disso, a incidência de raios solares contribui também para a estrutura da propriedade, evitando o aparecimento de fungos e ácaros.

Por fim, com esse tipo de cuidado você pode ter maior conforto e também investir na melhor a decoração de apartamento e até mesmo planejar uma urban jungle para escolher e cuidar de plantas em casa. 

Qual é a melhor posição solar para imóveis?

Com isso, é fácil compreender que os imóveis que recebem maior incidência solar no período da manhã, quando as temperaturas estão mais amenas, são os mais valorizados.

Mas é considerável se atentar ao equilíbrio, pois o sol em excesso também pode prejudicar a estrutura e o conforto dos moradores. Assim, é indispensável avaliar a posição dos cômodos e os lugares da casa que os moradores passam mais tempo. Esse cuidado também vale para caso você esteja comprando um imóvel na planta.

Como escolher a melhor posição solar para a propriedade?

Para verificar a exposição solar é simples. Basta considerar as coordenadas em que o sol nasce e se põe, ou seja, o leste e o oeste respectivamente. É possível realizar essa ação com auxílio de uma bússola ou até mesmo com um aplicativo de smartphone, caso você não tenha esse equipamento.

Assim é possível ter uma ideia de posição solar ao longo do dia e entender quais são os pontos da sua casa que terão maior incidência durante a manhã e tarde.

Uma observação importante é considerar as variações que acontecem durante as estações do ano, principalmente no inverno e no verão, por conta da posição da terra em relação ao sol.

Para complementar a decoração  e conforto visual no seu imóvel para além da luz solar, confira também quais são os tipos de iluminação por ambiente e como escolher!

O Que É Tokenização De Ativos Imobiliários?

O Que É Tokenização De Ativos Imobiliários?

Há alguns anos, o Banco Central já indicava a tokenização de ativos como uma das maiores tendências do mercado financeiro pela agilidade que confere às transações.

Agora, esse processo, que usa como base a tecnologia blockchain (um modo de organização de dados que possibilita o registro de uma informação de forma permanente e que segue a mesma base de criptomoedas), chegou também ao mercado imobiliário. 

Continue a leitura e entenda o que é esse novo conceito!

O que é um token?

Antes de nos aprofundarmos no conceito de tokenização, é preciso entender o que é um token. De forma breve, podemos defini-lo como uma espécie de criptomoeda. 

Quem possui esse token é dono do bem ou serviço que ele representa. 

O que é a tokenização de ativos imobiliários?

Podemos afirmar que a tokenização de ativos imobiliários nada mais é do que uma representação digital de um bem real. 

Ao tokenizar um apartamento, por exemplo, ocorre a substituição dos dados reais da escritura por outros correspondentes e criptografados. 

Quando falamos de apartamentos ou outros bens, eles estão sempre representados por tokens não-fungíveis (em inglês, “non-fungible-token” ou NFT). 

Vantagens da tokenização de ativos imobiliários

O processo de tokenização de ativos pode ser aplicado tanto para imóveis quanto para outros bens, oferecendo alguns benefícios. Veja quais são eles.

Digitalização 

Quando um token imobiliário é criado, ele vira uma versão digital do bem que representa. Ao tokenizar um apartamento, por exemplo, você terá uma chave virtual dele. 

Isso é algo muito favorável, já que permite que a compra ou venda desse ativo seja realizada com mais tranquilidade  e sem o envolvimento de outras pessoas além das partes interessadas na negociação.

É como se o processo fosse agilizado e funcionasse como um PIX, evitando gastos desnecessários com burocracia.

Mais transparência

Já pensou consultar todas as informações sobre um imóvel rapidamente? Com a tokenização isso é viável. 

O token possibilita confirmar a origem do bem, sua forma de aquisição e verificar outras transações em que o imóvel foi envolvido.

Possibilidade de divisão e mais segurança

Se você deseja investir em imóveis, por exemplo, não é preciso comprar um apartamento, pois é possível adquirir apenas uma fração dele. A tokenização também permite comprar um bem tanto por “inteiro” quanto em “partes”.

Além disso, por envolver diversos níveis de criptografia, a tokenização de ativos imobiliários é muito mais segura. Afinal, os dados do apartamento ou bem inscritos no token só podem ser consultados pelo proprietário dele, protegendo informações sigilosas que possam ser prejudiciais caso sejam expostas.  

Agora que você já conhece mais sobre a tokenização de ativos, está apto a buscar aplicar essa facilidade para seus bens em plataformas especializadas. Isso posto, que tal entender as vantagens de investir em imóveis de alto padrão da Private? 

Você sabe o que é a dação em pagamento de imóvel?

Na hora de realizar um pagamento, usar o dinheiro não é a única possibilidade. Você também tem a chance de recorrer a um mecanismo que é conhecido como dação em pagamento de imóveis.

Na prática, essa modalidade pode trazer mais versatilidade para as suas operações, por ser mais conveniente. Ao mesmo tempo, é necessário considerar quais são as regras e quando essa alternativa pode ser utilizada.

Por isso, veja como funciona a dação em pagamento de imóveis e descubra o que ela oferece!

O que é a dação em pagamento de imóvel?

Diante de um valor a ser pago, existem duas partes principais: o credor (quem cobra) e o pagador. Nesse cenário, quem paga deve atender aos pontos que foram acordados no contrato.

Entre essas condições, está a possibilidade de fazer a dação em pagamento de imóvel. A ideia é realizar um pagamento não com os recursos em dinheiro, mas, sim, com um imóvel.

Ainda, vale a pena saber que esse mecanismo está previsto no Art. 356 do Novo Código Civil. Portanto, é uma alternativa completamente legal para realizar a quitação de um débito aberto.

Como funciona essa modalidade?

Em relação ao funcionamento, a dação em pagamento de imóvel funciona com a disponibilização de uma propriedade imobiliária como pagamento total ou parcial de uma dívida. Para que isso aconteça, entretanto, tudo começa com a concordância por parte do credor.

Logo, quem tem o direito de cobrar deve aceitar receber o valor ou parte dessa maneira, para que a forma de pagamento seja aceita.

No caso específico da dação em pagamento de imóvel, o bem a ser oferecido é uma casa, um apartamento ou um terreno, por exemplo. Em geral, é preciso ocorrer uma avaliação do bem, para que se saiba qual é o valor que ele representa na operação.

O acordo é firmado por meio de um contrato, de modo que ocorre a transferência de posse e propriedade para o credor. Então, o valor é abatido do débito em questão e, se houver uma diferença positiva, o restante é pago normalmente.

Quando vale a pena recorrer à dação?

Agora que você entende o que é a dação em pagamento, é interessante entender quando pode valer a pena escolhê-la. Uma das formas mais comuns consiste em oferecer um imóvel como parte do pagamento de outro.

Desse modo, você diminui o valor total da dívida e pode financiar o restante com condições melhores de crédito imobiliário, por exemplo. Além disso, não é preciso esperar para realizar a venda do imóvel atual, o que pode aumentar a liquidez do seu patrimônio.

Na hora de comprar um apartamento na planta, por exemplo, recorrer a essa forma de pagamento pode evitar que você perca condições favoráveis para a compra, por exemplo. Também é possível aproveitar um processo que tende a ser menos burocrático, por menos etapas serem necessárias.

Contudo, só é possível recorrer a essa alternativa mediante o aceite do credor. Portanto, é preciso negociar para poder utilizar esse dispositivo.

Como você acompanhou, a dação em pagamento de imóvel é uma forma de quitar compromissos financeiros por meio de um bem imobiliário. Caso o credor aceite essa alternativa, você pode aumentar a liquidez do patrimônio com maior facilidade.

Quer ajuda especializada em suas transações imobiliárias? Entre em contato conosco da Private Imóveis!